Como saber se os cosméticos que você tem em casa são confiáveis

Você é a louca da skincare e está cheia de produtinhos em casa? Vamos contar como você faz para saber se eles são realmente confiáveis

Toda mulher – ou quase toda! – ama uns produtinhos para cuidar do rosto, corpo e cabelo. Afinal, quem não gosta de se sentir linda e cheirosa, né? Mas, no meio de tantas opções, marcas, preços e benefícios diferentes, como saber quais produtos são realmente confiáveis de que funcionam e de que fazem bem para a sua saúde?

Bom, é sobre isso que eu vou te contar hoje. Existe um meio muito simples de você acessar e saber tudo sobre o cosmético que você comprou, desde registros do produto a testes que ele passou para provar sua eficácia e segurança.

Como saber se seus produtos de beleza são confiáveis

Diferença entre cosmético e dermocosmético

Parece que todos os dias surgem novas marcas e produtos de skincare novos na internet. Propagandas pipocam na nossa cara mostrando os benefícios do sérum para rugas com cheiro de morango e não testado em animais ou o esfoliante feito de produtos secretos que é vendido por um preço de ouro.

Antes de tudo, você precisa saber que existe uma (grande) diferença entre dermocosmético e cosmético. Dermocosméticos são os produtos com princípios ativos que se propõem a ter subsídios científicos para comprovação da eficácia. Em geral, as empresas publicam estudos sobre esses produtos e até depositam patentes para proteger a tecnologia desenvolvida. Ou seja, há investimento em pesquisa, ingredientes e, frisando, tecnologia. Sua eficácia se propõe a ser alta.

Já os cosméticos agem apenas na camada mais superficial da pele, a epiderme, promovendo resultados imediatos, como hidratação e efeito lifting. Dessa forma, esses produtos provocam alterações da aparência momentânea. Os dermocosméticos e os cosméticos se complementam no tratamento, por isso a importância dos dois. 

Legal! Mas e como eu sei se um produto é um cosmético ou um dermocosmético? 

Como saber se um produto é seguro

Para saber se o seu produto é um cosmético, dermocosmético ou mesmo se realmente serve para o que promete e é seguro, existe um jeito muito fácil de saber. Todos os produtos comercializados no Brasil precisam passar pela Anvisa, uma agência reguladora ligada ao Ministério da Saúde. A finalidade desse órgão do governo é fiscalizar a produção e consumo de produtos submetidos à vigilância sanitária como medicamentos, agrotóxicos e cosméticos. 

A Anvisa diferencia os cosméticos dos dermocosméticos por produtos de grau 1 e grau 2. Esses são produtos registrados como protetores solares, gel higienizante para as mãos, repelentes e produtos para alisamento capilar. Porém, existem ainda os produtos que são apenas notificados – a maior parte dos produtos cosméticos atualmente -, como cremes hidratantes sem ação fotoprotetora, esfoliantes, entre outros.

Por isso, o primeiro passo para saber se o seu produto é seguro é procurar pelo registro dele que deve estar em algum lugar da embalagem ou site. Com esse número em mãos, você acessa o site da Anvisa e descobre qual é a situação dele.

Preste muita atenção. Se um produto é apenas notificado ou registrado como grau 1, ele não pode fazer promessas para eliminar celulite, estrias ou flacidez! Assim, você evita gastar seu dinheiro em algo que não funciona ou que ainda não passou por todos os testes necessários para a segurança da sua saúde. 

E aí, gostou de saber disso? Então confere as outras matérias que nós preparamos para você. 

logo-peach-poral-sem-celulite

O único portal do Brasil especializado em celulite. Confira as nossas matérias para você ter um bumbum lisinho!

img-Aline-rodape

Nutricionista Aline Dalmazo

[email protected]

Políticas de Privacidade CNPJ 15.542.201/0001-98 | Propriedade by Sonatura